Inofendibilidade

Huberto Rohden inicia este áudio falando sobre a diferença que existe entre a teologia ocidental e a filosofia oriental, quando o tema é a origem do Universo, ” o grande mistério do Creador e de suas creaturas.”

Afirma Rohden que, para a filosofia oriental, que data por volta de sete mil anos, as creaturas são exaladas e inaladas pelo Creador.

Das Escrituras Sagradas, Rohden usa a parábola dos talentos, do Evangelho do Cristo, para explicar que o “homem” é diferente de todas as demais creaturas, pois é o único que pode realizar-se (evoluir).

Só que para isto, é necessário haver “resistência” (sofrimento). O professor Rohden entendia que “alma” é quando o espírito exalado por Deus se reveste de um corpo em busca de evolução. A alma portanto, é o espírito que anima um corpo, buscando evoluir.

Porém, nosso EGO, que é parte da matéria (corpo), se nutre de dois elementos muito queridos, a “possessividade” e a “sexualidade”de forma totalmente anti-cósmica, com isto, atrofia o EU (espírito).

Rohden ainda nos fala sobre a necessidade que o EGO tem de sentir-se ofendido. E que muitas vezes, este ofendismo crônico, se transforma em ofendite aguda. Dizia que isto, era um dos maiores males da humanidade, pois quanto mais EGO somos, mais ofendidos nos sentimos, e todo ofendido está no mesmo grau do ofensor!

Destaca Rohden, que Mahatma Gandhi, conseguiu alto grau de inofendibilidade, pois ultrapassou o seu EGO humano, e atingiu o EU espiritual, que é inofendível. Afirmava que quando atingimos a consciência do EU espiritual, ultrapassa-se a horizontalidade do Ego. Lá não existem mais ofensas, pois se está além da vingança e do perdão.

Estar além da vingança e do perdão é estar na grande “vertical” da mística, é estar em Deus! O qual entendia Huberto Rohden, ser “INOFENDÍVEL”!

Conclui que a grande tarefa da vida consiste em superar a resistência necessária do corpo, e atingir a luz espiritual do Creador. Sair do plano horizontal do EGO (libertação) e atingir a plena consciência do EU espiritual.

Pode-se afirmar que para Rohden, “inofendibilidade” é sinônimo de “dobrar talentos”!

Diadema, 04 de Julho de 2010-07-05

Claudio Campos

Curtiu o conteúdo?

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no LinkedIn
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp

Deixe o seu comentário!