Como dar sentido à vida?

É possível!!

A vida e o sentido que damos para ela, são pontos que quanto mais conversamos, mais achamos pontos de vista diferentes. Isso se deve ao seguinte fato: todos nós queremos que a vida tenha um sentido para não vivermos à deriva e por causa da visão limitada das pessoas.

Dar um sentido à vida pode direcionar melhor uma pessoa dentro de tantos rumos que as circunstâncias e até mesmo as pessoas tentam levá-la. Sem dúvida, uma pessoa que não sabe para onde está indo pode ser carregada para onde a maré a levar, por assim dizer.

O perigo de se deixar levar pela vida é o descontentamento de estar em certas condições e ter certas coisas. Logo, conhecer melhor a si mesmo e reconhecer aquilo que é importante, ajuda a compreender melhor sobre como dar sentido à vida.

A Maioria das pessoas não tem sentido de vida, logo vive cantando: Deixa a vida me levar vida leva eu.

Para outros o sentido dela são coisas materiais e quando perdem, perde-se o sentido da vida.
Outros o sentido da vida são os filhos, quando os filhos se casam e saem de casa a vida passa a não ter mais sentido.
Será que não há um sentido Único para toda a humanidade?

Porque esses sentidos são passageiros, mas tem um que não pode ser passageiro, que precisa transcender tempo e espaço, que não é limitado há um povo, uma religião, uma cultura, é para toda humanidade.

Mas cá entre nós: você já se perguntou qual é o sentido da sua vida e a razão da sua existência, não é mesmo? Pois é, isso é mais comum do que parece e é natural ter essas dúvidas, porque não sabemos todas as respostas.

No entanto, existem muitas formas para dar sentido à vida e encontrar um propósito pelo qual vale a pena lutar e seguir adiante, vivendo de acordo com o que se acredita. Podemos te garantir que isso é menos complicado do que possa parecer, porém você precisa buscar.

O artigo de hoje vai abordar os caminhos possíveis que você pode seguir para dar sentido à vida, seja qual for o sentido que você queria dar para a sua. Esperamos que você realmente aproveite a leitura deste tema tão relevante.

Como dar um sentido para a vida?

Independentemente de qualquer crença ou religião, toda pessoa quer dar um sentido para a própria vida, mesmo que isso signifique indecisões e incertezas ao longo do processo.

Estamos todos nós condicionados a achar um sentido para a vida porque essa vontade é intrínseca à nossa essência no sentido mais puro.

Não aceitamos viver por viver, ver a vida passando na frente dos nossos olhos e não reagirmos. Somos incapazes de ser passivos nesta questão e jamais seremos.

Essa busca por princípios e valores que deem sentido à vida ocorre constantemente, ainda mais quando não há a convicção de que algo esteja acontecendo e deva realmente ser assim.

A seguir, você vai ler alguns tópicos que nós organizamos para te ajudar a saber como dar sentido à vida da melhor maneira possível.

Entenda quais são as suas preferências e as respeite

Para início de conversa, é necessário refletir sobre as coisas que você gosta mais e as que gosta menos. Essas preferências têm muito a dizer sobre você e seus próximos passos.

Infelizmente, acaba sendo normal passar por cima dos gostos pessoais para agradar os outros, mesmo detestando algum contexto proposto. Contudo, essa negligência consigo mesmo não deveria ser tão cometida quanto realmente é.

Entender quais são as suas preferências traz mais facilidade em encontrar um sentido para a vida, uma vez que essa predileção por certas questões mostra quais caminhos estão mais pavimentados do que outros para seguir em frente.

Ou seja, você deve estar aberto a novas experiências e novas situações para saber se elas fazem sentido e vão agregar algum benefício para a sua vida, além de avaliar se vale a pena continuar com os costumes de sempre.

Encontre um propósito que tenha significado real para você

O propósito é um assunto que não deve ser ignorado quando se quer dar um sentido à vida, já que está intimamente ligado ao sentido que buscamos.

O Proposito deve ser algo que você compreenda as questões que mais te incomodam na sua vida, as pessoas normalmente questionam por que a pessoas sofrem, morrem, ficam doentes, porque existem pessoas más, porque tem milhões pessoas passando fome.

Para entender é necessário ser verdadeiro e compreender o motiva da sua existência. Se existo nesse mundo deve ter um propósito maior do que o meu propósito individual, o propósito da criatura e o propósito do criador.
Essas questões servem para mim e para toda humanidade: Por que eu existo? Quem sou de verdade? Quando morrer o que vai acontecer? As respostas prontas não adiantam, como aquelas que a pessoa nem medita para responder, porque não vão satisfazer. Vou para o céu, fazer o que no céu?
Vou reencarnar, para que voltar outra vez? Não existem nada, tem certeza disso ou é só medo da morte?

Precisamos compreender por que do Universo e da Terra? A pessoa pode não fazer nada em relação a isso, mas ela nunca mais esquecerá disso, é como se os olhos dela fossem abertos, é um novo paradigma, ela vai entender as religiões, a espiritualidade e porque do sofrimento, vai entender dois sofrimentos, um crédito e um débito, onde estão a maioria das pessoas, e entender que tudo isso é necessário para a humanidade, assim como dia e noite, macho e fêmea, homem e mulher, bem e mal, saúde e doença, alegria e tristeza, ela vai entender que não tem acaso, tudo caminha para um proposito definido.

Tudo isso está dentro do proposito para toda humanidade, algo necessário na nossa formação, mas não compreendido pela massa humana, que preferem deixar a vida me levar.

A verdade é que, independentemente do alinhamento de valores e princípios que o indivíduo possua, ter um propósito claro e bem definido é como uma espécie de um guia para se chegar até o sentido desejado para a vida.
É possível encontrar um propósito nas coisas mais simples da vida, como a família, o amor, o trabalho, a caridade, a busca pelo conhecimento, o desenvolvimento espiritual, dentre tantos outros exemplos. Sempre estamos evoluindo um pouco mais a cada dia que passa e determinado propósito tenha bastado até certo tempo.

Se você está gostando da leitura, então também vai gostar de conferir este artigo: Céu e inferno existem?

Pratique a meditação constantemente

Um ponto muito interessante para dar sentido à vida é a prática da meditação, desde que feita com certa regularidade.

Meditar é se observar de dentro para fora, é entrar no mais profundo do seu ser, o silêncio fará o resto.

Meditar é um ato de se conectar consigo mesmo, olhando para dentro e compreendendo todos os aspectos da vida, sejam eles problemas ou questionamentos acerca de ações tomadas.

É muito comum encontrar respostas para as perguntas que temos quando praticamos a meditação, sanando muitas dúvidas a partir de nossas próprias revelações internas.

O silêncio envolvido na meditação traz consigo um som repleto de direcionamentos sobre propósitos e bons sentidos para se dar à vida. Para isso, respire com calma, se concentre no seu momento e estabeleça uma conexão com o seu eu interior, esteja presente em todo momento, lembrando que você existe.

Crie o hábito de orar e de se conectar com Deus

Outra sugestão para dar sentido à vida é criar o hábito de orar e de falar com Deus, se conectando profundamente com o Altíssimo.

É na oração que a sua conexão com Deus será direta e você poderá conversar com Ele demonstrando a sua vontade de encontrar um sentido à vida. Dessa forma, Deus te preencherá com o seu amor e sua bondade, te confortando sobre que rumo tomar na vida.

Essa ajuda sagrada é o suficiente para que você encontre nele o sentido que tanto quer dar à sua vida, desde que o busque com total sinceridade e de peito aberto para receber a Sua graça.

Conte a sua opinião sobre este conteúdo para a gente aqui embaixo nos comentários e compartilhe este artigo com os seus amigos que vão gostar do tema sobre dar sentido à vida.

Visite o nosso blog e confira mais artigos que nós, da Thélos, preparamos sobre a vida, religiosidade e assuntos relacionados.

Curtiu o conteúdo?

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no LinkedIn
Compartilhe no WhatsApp

Deixe o seu comentário!