Jesus como Modelo de Liderança Servidora

É comum que as pessoas busquem por modelos de liderança que inspiram e transformam suas vidas, porém, nenhum exemplo é tão significativo quanto o de JESUS, o CRISTO.

Suas atitudes de liderança nas mais diversas áreas do comportamento humano, entre estas a liderança servidora, que estão fundamentadas nas atitudes de servir em vez de ser servido, transcendeu os séculos e deixou um legado que continua a guiar líderes em todas as esferas da vida.

No artigo de hoje, você vai entender como JESUS, o CRISTO, personifica os princípios da liderança servidora. Faça uma boa leitura e aproveite o conteúdo.

A liderança servidora de JESUS, o CRISTO

Embora tenham se passado milênios desde que JESUS, o CRISTO, caminhou sobre a Terra, Sua mensagem de liderança servidora permanece mais relevante do que nunca.

Em um mundo onde o poder muitas vezes corrompe e o egoísmo prevalece, o exemplo de JESUS, o CRISTO, nos lembra da importância de estar sempre atento às demandas Físico-Mental-Emocional-Essencial do outro, na mesma proporção em que olhamos para as nossas necessidades, conforme os desdobramentos que podemos compreender a partir do Seu ensinamento registrado como 1º e 2º mandamento deixado pelo MESSIAS, Mt 22:37 (Evangelho de Mateus capítulo 22 e verso 37) “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.”, e “Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” – Mt 22: 39 (Evangelho de Mateus capítulo 22 e verso 30),  e de liderar com compaixão e humildade.

Na sociedade contemporânea, onde a desigualdade e a injustiça são desafios persistentes, a liderança servidora oferece uma visão poderosa para enfrentar esses problemas de frente.

Ao invés de buscar apenas o sucesso pessoal, os líderes que seguem o exemplo de JESUS, o CRISTO, precisam se dedicar a servir suas comunidades e a promover a justiça e a equidade para todos.

O contexto bíblico

Ao examinar as Escrituras, encontramos várias passagens que ilustram a abordagem de liderança servidora de JESUS, o CRISTO.

Em Mateus 20:28 (Evangelho de Mateus, capítulo 20 e verso 28), Ele mesmo declara: “Bem como o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos”.

Essas palavras contêm a essência da liderança servidora, onde o líder se coloca à disposição dos outros e prioriza suas necessidades sobre as suas próprias.

Outra passagem notável é João 13:3-5 (Evangelho de João, capítulo 13 dos versos 3 ao 5), onde JESUS, o CRISTO, lava os pés de Seus discípulos, e demonstra humildade e servidão.

O gesto poderoso ensinou uma lição sobre humildade e estabeleceu um padrão para a liderança que valoriza o cuidado pelos outros.

A liderança servidora nos negócios e nas organizações

Embora em contextos completamente diferentes, porque em JESUS, o CRISTO, vemos o “trabalho contínuo” para o desenvolvimento e potencialização Qualitativa nas 4 Faculdades Físico-Mental-Emocional-Essencial para a realização em nós da proposição de DEUS para a humanidade com o objetivo de uma condição futura, para uma vida em atemporalidade, eternidade, por ELE denominada Reino de DEUS, os atributos comportamentais podem ser aplicado também para a vida existencial finita, dia a dia em nossa condução para viver.

Nos ambientes empresariais, por exemplo, a liderança servidora tem sido cada vez mais reconhecida como uma conduta eficiente para inspirar e motivar equipes.

Isso porque, em vez de adotar uma mentalidade de comando e controle, os líderes servidores incentivam a colaboração e o crescimento de todos, sem exceção.

O fato é que as empresas onde há líderes que se dedicam ao bem-estar de seus funcionários e clientes impulsionam o sucesso a longo prazo da organização, ainda mais se o modelo de liderança servidora seguido for o de JESUS, o CRISTO.

Confira este artigo também: Deus e a Ética: Como as Crenças Religiosas Influenciam a Moralidade

10 atitudes para liderar de acordo com o modelo de liderança servidora de JESUS, o CRISTO

Para que você possa ser líder que serve aos outros conforme o modelo de JESUS, o CRISTO, é interessante seguir algumas atitudes semelhantes com as  daquele que foi realizado Filho de DEUS,  conforme proposição declarada no livro de Gn 1: 26 (Livro de Gênesis, capítulo 1 e verso 26). Logo abaixo, você acompanha dez destas atitudes.

1. Humildade exemplar: A humildade é o foco da liderança servidora. Se seguirmos o exemplo de JESUS, o CRISTO, reconhecemos que não somos superiores aos outros e estamos dispostos a nos colocar em segundo plano para servir.

2. Compaixão incondicional: Assim como JESUS, o CRISTO, demonstrou compaixão por todos, independentemente de sua posição na sociedade, líderes servidores precisam se importar genuinamente com o bem-estar de suas equipes em uma atitude de empatia e compreensão.

3. Orientação pelo exemplo: JESUS, o CRISTO, ensinou não apenas com palavras, mas também com suas ações. Ou seja, líderes servidores são modelos a serem seguidos, vivem os valores que pregam e inspiram outros através de seu exemplo.

4. Inclusão ativa: JESUS, o CRISTO, acolheu e valorizou todos, independentemente de sua origem ou status social. Então, o melhor a se fazer é promover a inclusão ativa para assegurar que todas as vozes sejam ouvidas e respeitadas em suas equipes, mas procurando sempre alinhar todos os seus liderados à linha de conduta e realização determinada pelo líder. JESUS, o CRISTO embora compreendesse nas razões e atitudes humanas comportamentos não aderentes ao seu ensinamento para aqueles que desejavam o “Reino de DEUS”, procurava sempre com exemplo do próprio comportamento apresentar o que se era esperado de cada um, e não permitindo que cada um que fizesse conforme o seu próprio entendimento subjetivo,  compreendesse que resultaria na meta desejada. Em Mt 11: 29 (Evangelho de Mateus capítulo 11 e verso 29) ELE demonstra a necessidade de aprender com o comportamento que ELE realizava, e para os que estavam em desvios com relação a Meta esperada, o objetivo a ser alcançado, dizia ELE para seguir sem pecar. 

Vejam que interessante que a aplicação do termo PECAR, como uma ação para todos aqueles que cometem um pecado, têm um ideia muito mais ampla do que um “erro cometido por um casal primordial por desobediência”. Vamos considerar a etimologia latina, grega e hebraica para o termo, pois assim abrangemos os 3(três) idiomas utilizados nas traduções com uma ampla abrangência cultural. Vejamos então:

A palavra “pecado” tem origens diferentes nos idiomas latim, hebraico e grego:

Latim: A palavra latina para “pecado” é “peccatum”. A palavra “peccatum” deriva do verbo latino “peccare”, que significa “errar” ou “cometer um erro”. Essa raiz latina sugere a ideia de desvio de um padrão ou norma, resultando em uma ação que é considerada errada ou moralmente falha.

Hebraico: No Antigo Testamento, que foi escrito principalmente em hebraico, a palavra usada para “pecado” é “chet” (חַטָּא). A palavra hebraica “chet” também pode significar “errante” ou “desviado”. Ela se refere a uma ação que é uma transgressão contra a vontade de Deus ou que causa separação entre Deus e o homem.

Grego: No Novo Testamento, que foi escrito em grego, a palavra grega para “pecado” é “hamartia” (ἁμαρτία). A palavra “hamartia” vem do verbo grego “hamartano”, que significa “errar o alvo” ou “falhar”. Essa palavra grega é usada para descrever a transgressão moral ou a falta cometida contra Deus e Sua vontade.

Muito interessante não é? Com esta compreensão podemos aplicá-la ao mundo corporativo onde líderes precisam estabelecer as regras para o cumprimento das etapas necessárias para a obtenção do objetivo empresarial, e não somente estabelecer, mas ser o primeiro a cumprí-las?

5. Empoderamento dos outros: Em concordância com o modelo de JESUS, o CRISTO, os líderes servidores têm de capacitar aqueles ao seu redor, encorajar o crescimento pessoal e profissional e oferecer suporte e orientação quando necessário.

6. Foco no desenvolvimento: JESUS, o CRISTO, investiu tempo no discipulado de seus seguidores, daqueles que aderiram em atitudes concretas aos seus ensinamentos, e o ideal é que os líderes priorizem o desenvolvimento das habilidades e talentos de suas equipes a fim de possibilitar um ambiente de aprendizado contínuo.

7. Generosidade e dar sem esperar retorno: JESUS, o CRISTO, aconselhou sobre a importância da generosidade e do desapego aos bens materiais. A partir disso, líderes que praticam a generosidade compartilham recursos e oportunidades sem esperar nada em troca.

8. Escuta ativa: JESUS, o CRISTO, era conhecido por ouvir atentamente as preocupações e necessidades das pessoas ao seu redor. Portanto, é esperado que líderes servidores pratiquem a escuta ativa para confirmar o interesse verdadeiro nas ideias e preocupações de suas equipes.

9. Tomada de decisão baseada em valores: JESUS, o CRISTO, tomou decisões alinhadas com seus valores de amor e justiça, ao cumprimento de todos os detalhes apresentados por DEUS em SEU PROPÓSITO-PLANO, sendo o amor com o elo qualitativo entre todos os indivíduos envolvidos na questão. O indicado é que os líderes sigam seu exemplo para tomar decisões éticas e sólidas que beneficiem o bem comum.

10. Serviço altruístico: Por fim, é válido reforçar que a liderança servidora é sobre colocar as necessidades dos seus liderados anteriores às suas próprias. Os líderes que estão dispostos a sacrificar seu tempo, energia e recursos em prol do sucesso e bem-estar de suas equipes tendem a ter muito mais sucesso.

Nos cursos da Thélos, você tem a chance de conhecer mais ensinamentos do SENHOR JESUS

Já pensou em ser um líder melhor com base no modelo de liderança servidora do SENHOR JESUS e aumentar seu conhecimento sobre os ensinamentos do Primogênito e Unigênito a ser realizado Filho de DEUS, conforme declarado em Gn 1: 26 (Livro de Gênesis capítulo 1 verso 26)?

Na Thélos Associação Cultural Crística, você tem a chance de aprender e pôr em prática a liderança servidora através de cursos divididos em módulos de estudo e ministrados por instrutores e monitores altamente treinados.

Faça a sua pré-matrícula nos cursos da Thélos agora mesmo ao clicar aqui e preencher o formulário ao fim da página.

O conteúdo foi útil para você? Conte a sua opinião para a gente aqui embaixo nos comentários e compartilhe este artigo com os seus amigos que vão gostar de entender melhor o conceito de JESUS, o CRISTO, como modelo de liderança servidora.

Visite o nosso blog e confira mais artigos que nós, da Thélos, elaboramos sobre JESUS, o CRISTO, como modelo de liderança servidora, religiosidade, espiritualidade e outros assuntos relacionados.

Sobre nós

Somos uma organização sem fins lucrativos, a serviço da conscientização do Ser Humano sobre o seu valor como indivíduo, diante da Vida.

Publicações recentes

O que dizem as pessoas que estão nessa jornada?

Quer aprofundar os seus estudos e entender o real propósito de sua existência?

Preencha o formulário abaixo e inicie a sua jornada para se tornar um membro da Thélos!

Antes de você sair do site...

Que tal conhecer o nosso blog?

Sempre produzimos novos conteúdos e disponibilizamos de forma gratuita para você compreender cada vez mais o real significado da existência humana na Terra! 

Clique no botão abaixo e conheça o nosso Blog!