Existem Anjos e Demônios?

Você acha que existem Anjos e Demônios? Continue lendo para entender mais.

Certamente há muitas pessoas que acreditam na existência de Anjos e Demônios. Os defensores dessa crença normalmente dizem que os Anjos são seres de puro bem que agem como protetores, enquanto os Demônios são seres de puro mal que procuram prejudicar os humanos.

Talvez você não acredite, mas somos seres duais, ou seja, bons e maus.

Com tantos milionários nesse país e milhões de semelhantes morando nas ruas, sem comida, remédios, sem roupas e sem dignidade, ainda sentimos amor, ódio, raiva, ciúmes, ajudamos pessoas. Muitas vezes choramos com o sofrimento do outro, ou desejamos a morte de quem matou algum ente querido.

Mesmo sendo a maior expressão de amor, existem mães que matam os próprios filhos. Também existem filhos que matam pais por causa de dinheiro, pais que estupram filhos e filhos que abandonam pais na velhice quando mais precisam.

Vivemos na terra que tem dia e noite, sol e frio, terremoto e enchentes que matam milhares de pessoas.

Quantas guerras em nome do poder, quantas crianças são mortas todos os dias.

Por que então não poderia existir Demônios, se os seres humanos fazem tanta crueldade?

Nunca se ouviu falar que Demônios foram presos por matarem ou roubarem um ser humano.

Se existem Demônios, quem os criou?

Se Demônios eram anjos perfeitos, como aquilo que é perfeito pode falhar?

Se Deus criou Anjos perfeitos e eles se tornaram imperfeitos com a rebeldia, então Deus falhou?

Na lógica o que é perfeito pode falhar?

Se poder falhar não pode ser perfeito, Deus é perfeito? Sua resposta pode ser sim, com certeza!

Deus pode falhar? Você pode dizer não, com toda a certeza também!

Por que não? Por que o que é perfeito não pode falhar? Como podemos aceitar que Demônios são Anjos caídos?

Então a Bíblia está errada? Na verdade não, essa análise vem da forma que nós interpretamos os textos.

Nos ensinaram uma coisa e nós nunca questionamos, muitas vezes por medo. Bebemos da mesma fonte há mais de 1.500 anos sem nos indagarmos.

Afinal, existem Anjos? O que os criou?

Qual a etimologia da palavra Anjo? Do latim eclesiástico angelus(la) derivado do grego antigo άγγελος(la) (ángelos). Significa mensageiro.

Se é mensageiro, então é porta voz de algo, o mensageiro sempre traz uma mensagem.

Que mensagem é essa?

A Bíblia e os Anjos

A bíblia e os anjos estão frequentemente interligados na cultura popular. Os anjos são vistos como mensageiros de Deus e são frequentemente mencionados na Bíblia. Na verdade, um terço da Bíblia é dedicado a relatos de Anjos.

Embora os Anjos não sejam mencionados pelo nome em todos os livros da Bíblia, eles desempenham um papel importante em todas as escrituras.

No Antigo Testamento, os Anjos frequentemente apareciam às pessoas em forma humana para transmitir mensagens de Deus ou para protegê-las de danos.

No Novo Testamento, Maria teve uma visitação de um Anjo para trazer a mensagem que ela engravidaria e daria a luz a um filho Jesus Cristo, Abraão também soube através de um Anjo que Sara na velhice engravidaria de Isaque.

Com o que os Anjos se parecem segundo a Bíblia

A Bíblia nos dá algumas pistas. As escrituras dizem que os anjos podem assumir a forma humana e que transmitem a mensagens de Deus. Portanto, parece que os Anjos são criaturas poderosas e compassivas que se dedicam a servir a Deus e Seu povo.

Com o que os Demônios se parecem

Eles rondam como leões rugindo, procurando alguém para devorar (1 Pedro 5:8).

Embora não saibamos exatamente como eles se parecem, sabemos que eles são seres reais que estão envolvidos em uma batalha espiritual contra Deus e Seu povo. Precisamos estar alertas e em guarda contra seus esquemas (Efésios 6:11-12).

Como Anjos e Demônios interagem com humanos

A Bíblia deixa claro que Anjos e Demônios são seres reais e espirituais que interagem com humanos.

Os anjos são mensageiros e servos de Deus, enquanto os demônios são espíritos malignos que procuram prejudicar e destruir os humanos.

As duas naturezas são opostas, Anjos e Demônios, ambos não tem livre arbítrio como seres humanos para escolher, só nós temos esse privilégio e essa responsabilidade, porque podemos escolher o bem e o mal, e muitas vezes fazemos o mal achando que fazemos o bem.

Existem pessoas que são possessas, porém nem Anjos e Demônios jamais podem nos tirar o livre arbítrio. Os Demônios podem até influenciar uma pessoa ao suicídio, por exemplo, mas a decisão será sempre do ser humano.

Os humanos podem se tornar Anjos ou Demônios segundo a Bíblia?

Jamais, não existem essas possibilidades. Em Genesis diz: Façamos o homem conforme a nossa imagem e semelhança.

Jesus antes de ser entregue a morte por um dos discípulos que ele escolheu, disse: Um de vós é um diabo. Quer dizer que Judas tinha chifres e cheirava enxofre? Nada disso!

Judas era uma pessoa tão normal que mesmo depois dessa fala de Jesus, nenhum dos discípulos percebeu que era Judas, somente o próprio Judas.

O mesmo aconteceu com Pedro, quando Jesus falou que passaria pela morte e Pedro o repreendeu.

Então Pedro, chamando-o à parte, começou a repreendê-lo, dizendo: “Nunca, Senhor! Isso nunca te acontecerá! “

Jesus virou-se e disse a Pedro: “Para trás de mim, Satanás! Você é uma pedra de tropeço para mim, e não pensa nas coisas de Deus, mas nas dos homens”. Mateus 16:22,23.

Então Pedro era o Satanás? Claro que não. Em outras palavras, aquilo que o alimentava era de natureza Satânica.

Quantas vezes as mães e parentes acabam chamando crianças de demônios, querendo dizer que elas não ficam quietas, são bagunceiras, estragam os brinquedos etc.

Não podemos ler a bíblia de forma literal.

Diabo – quer dizer opositor, opositor a Jesus, ao projeto de Deus.

Jesus expulsou o Demônio do Gadareno e da Maria Madalena. Ele nunca expulsou o Diabo e nem Satanás.

Por que não?

Nos nossos estudos Thelos, que são gratuitos, é possível entender as diferenças dessas naturezas. Também conseguimos compreender com propósito como foram formadas e para quê.

Histórias famosas sobre anjos e demônios

Essas histórias são frequentemente contadas para explicar o inexplicável ou para dar às pessoas um vislumbre do que poderia estar acontecendo em outro reino. Algumas histórias famosas sobre anjos e demônios inclui:

A Bíblia – Anjos e demônios são mencionados várias vezes em toda a Bíblia. Uma das histórias mais famosas é de quando Jesus expulsou uma legião de demônios de um homem (Marcos 5:1-20).

Jesus pergunta o nome e os demônios dizem que são legiões porque eram muitos. Jesus os expulsou.

Como Anjos e Demônios nos afetam segundo a Bíblia

A Bíblia nos diz que Anjos e Demônios são seres reais e existem para uma finalidade visando o ser humano.

Demônios são espíritos malignos por natureza e enganam muitas pessoas com inspirações para desviá-los do caminho da Verdade.

O Anjos no antigo testamento estavam a serviço de Deus para ajudarem no processo da formação desse povo (Hebreu), visando o Messias que viria dessa linhagem que está no livro de Mateus cap. 1.

No Novo Testamento eles não aparecem com tanta frequência, porém sob a ordem de Jesus o Cristo.

Todas as religiões têm crenças em Anjos e Demônios?

A resposta rápida é não, nem todas as religiões têm crenças em Anjos e Demônios. No entanto, a grande maioria deles o faz.

As religiões Abraâmicas (judaísmo, cristianismo, islamismo) acreditam em Anjos e Demônios, assim como a maioria das religiões orientais (hinduísmo, budismo, sikhismo).

Existem algumas exceções notáveis, como ateísmo e humanismo secular, que não acreditam em nenhum tipo de ser sobrenatural.

As pessoas ainda acreditam em Anjos e Demônios hoje em dia?

A resposta pode te surpreender. Embora haja certamente aqueles que zombam da ideia de Anjos e Demônios, acreditando que ele não passam de invenções e de imaginações hiperativas, ainda existem pessoas que acreditam em sua existência.

Para muitos, a crença em Anjos e Demônios é uma questão de fé. Assim como acreditam na existência de Deus ou em outros seres espirituais, eles também acreditam que esses seres têm poder no mundo e podem influenciar eventos.

Mesmo que não consigam vê-los com seus próprios olhos, essas pessoas sabem que estão por aí em algum lugar.

Outros podem não acreditar necessariamente em seres angélicos ou demoníacos, mas acreditam no poder do bem e do mal.

Eles podem não pensar que essas forças são personificadas por criaturas com asas e chifres, mas acreditam que há uma batalha sendo travada entre eles todos os dias. Nessa visão, Anjos e Demônios representam os lados opostos nessa luta, com humanos presos em algum lugar no meio.

Então, quer você acredite neles ou não, é claro que Anjos e Demônios ainda têm controle sobre a imaginação humana.

Quer se aprofundar mais em temas como esse? Clique aqui e conheça nossos cursos.

Curtiu o conteúdo?

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no LinkedIn
Compartilhe no WhatsApp

Deixe o seu comentário!